sexta-feira, 1 de junho de 2012


domingo, 18 de setembro de 2011

Dionísio

Não quero dizer mais nada

Quero ouvir, eu tenho ouvidos.

Não quero encenar um texto

Quero assistir, pois tenho olhos.

Não vou compor música nova

Não tenho acordes em minhas mãos.

Não vou provar sua bebida

Quero sua língua em meu domínio.

Não vou mostrar minha aspereza

Eu me permito, eu tenho tato.

Não vou mais perder meu tempo

O tempo todo tenho relógios.

Vou aceitar minha nudez

As minhas roupas não são meu corpo.

Vou penetrar em seus sentidos

Meus sentimentos sem dimensão.

Eu me permito mais um cigarro

Mais um prosecco, mais um tropeço.





Hoje eu só pago pra ver

Eu simplesmente sou platéia.





Vivas a Dionísio

Em sua casa, meu coração.





Rafael Freitas



sexta-feira, 20 de abril de 2012

sexta-feira, 9 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

sábado, 3 de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

quinta-feira, 1 de março de 2012

domingo, 29 de janeiro de 2012

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

                                                                                   






quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

domingo, 8 de janeiro de 2012

MAIS UMA DO POETINHA












Ternura


 

Eu te peço perdão por te amar de repente

Embora o meu amor

seja uma velha canção nos teus ouvidos

Das horas que passei à sombra dos teus gestos

Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos

Das noites que vivi acalentando

Pela graça indizível

dos teus passos eternamente fugindo

Trago a doçura

dos que aceitam melancolicamente.

E posso te dizer

que o grande afeto que te deixo

Não traz o exaspero das lágrimas

nem a fascinação das promessas

Nem as misteriosas palavras

dos véus da alma...

É um sossego, uma unção,

um transbordamento de carícias

E só te pede que te repouses quieta,

muito quieta

E deixes que as mãos cálidas da noite

encontrem sem fatalidade

o olhar estático da aurora.



Vinícius de Moraes

















quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

TUDO SE COPIA!!!

 
  Zininha disse... 
OIIII, CÁ ESTOU AMIGA...
UM ANO CHEIO DE LINDAS E POÉTICAS REALIZAÇÕES... QUANTO AO TOP COPIADO... É SINAL QUE SEU TOP É LINDOOOOOOOOOO DE VIVER... COMO DIZIA ALGUÉM LÁ NO PASSADO... AQUI NADA SE CRIA, TUDO SE COPIA... BJS...