quarta-feira, 27 de agosto de 2008




COM A FRONTE VOLTADA PARA O CHÃO

Com a fronte voltada para o chão e o pensamento alto,
ia eu andando, andando,
e na senda do tempo
se lançava minha vida em busca de um desejo.
Junto ao caminho cinzento
vi uma vereda em flor
e uma rosa
cheia de luz, cheia de vida
e de dor.
Mulher, flor que se abre no jardim:
as rosas são como tua carne virgem,
com sua fragrância inefável e sutil
e sua nostalgia da tristeza.

1921 - Poemas Esparsos
Federico Gracía Lorca

Um comentário:

  1. Ola´amiga sumida!

    Passei aqui só pra te dizer que estou mexendo com mudança, semana que vem se Deus quizer estarei aqui postando, visitando e comentando.
    Um fim de semana lindo pra vc.

    beijooo.

    ResponderExcluir