domingo, 31 de agosto de 2008


POR TI

Por ti eu viajo quilômetros
Pelo cio
Pelo mote
Por amor

Eu corro atrás de ti
Feito animais no cio
Porque tudo o que eu quero
É o teu amor

Teu cheiro tem química
Que me faz correr atrás
É tesão misturada com paixão
Que não sei mais o que faço

Só sei que te quero
Só sei que preciso
Porque em ti descarrego
Toda esta tesão...

Mário Feijó

quinta-feira, 28 de agosto de 2008





"Hoje, já não nos conhecemos.
Hoje, já não vemos nossos amigos.
Hoje, somos ambiente da rede.
Hoje, somos cidadãos do mundo.
Amamos a desconhecidos, somos palavras trocadas por fio.
Temos amigos, temos amor, temos a distância como amiga.
A tela como rosto, o teclado como voz.
Somos internautas.
Invisíveis, etéreos e sonhadores.
Somos anjos, somos monstros, somos tudo que queremos ser.
Amamos, brincamos e brigamos, sem nunca nos tocarmos,
somos ambiente da rede. Vamos a outros lares, sem invadir sua casa.
Somos amigos, somos amados!
Somos o ombro para o choro, somos a mão que ajuda e o teclado que ampara.
Somos tudo que queremos ser.
Somos ambiente da rede. Temos amigos pelo mundo,
pois todos paramos na mesma esquina.
MAS ACIMA DE TUDO, SOMOS CORAÇÕES, NÃO SOMOS MÁQUINAS,
SOMOS E SEMPRE SEREMOS, GENTE !!!"

--------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 27 de agosto de 2008




COM A FRONTE VOLTADA PARA O CHÃO

Com a fronte voltada para o chão e o pensamento alto,
ia eu andando, andando,
e na senda do tempo
se lançava minha vida em busca de um desejo.
Junto ao caminho cinzento
vi uma vereda em flor
e uma rosa
cheia de luz, cheia de vida
e de dor.
Mulher, flor que se abre no jardim:
as rosas são como tua carne virgem,
com sua fragrância inefável e sutil
e sua nostalgia da tristeza.

1921 - Poemas Esparsos
Federico Gracía Lorca

sexta-feira, 15 de agosto de 2008



Cavalgada
Roberto Carlos
Composição: Roberto Carlos / Erasmo Carlos

Vou cavalgar por toda a noite
Por uma estrada colorida
Usar meus beijos como açoite
E a minha mão mais atrevida

Vou me agarrar aos seus cabelos
Pra não cair do seu galope
Vou atender aos meus apelos
Antes que o dia nos sufoque

Vou me perder de madrugada
Pra te encontrar no meu abraço
Depois de toda a cavalgada
Vou me deitar no seu cansaço

Sem me importar se neste instante
Sou dominado ou se domino
Vou me sentir como um gigante
Ou nada mais do que um menino

Estrelas mudam de lugar
Chegam mais perto só pra ver
E ainda brilham de manhã
Depois do nosso adormecer

E na grandeza deste instante
O amor cavalga sem saber
E na beleza desta hora
O sol espera pra nascer.

terça-feira, 12 de agosto de 2008



Se...
*
Se eu pudesse parar a minha vida
e dar a eternidade a um só momento,
- se eu não tivesse o meu destino preso
ao destino das coisas nos espaços...

Se eu pudesse destruir todas as leis
e dentro do Universo que se move
parar meu mundo,
- havia de escolher esse segundo
em que você estivesse nos meus braços!

**© J.G. de Araújo Jorge**

sábado, 9 de agosto de 2008




Para minha amiga do Blog Perlos caminhos da vida.
Aonda outro dia ela postou um poema q falava de caderninhos antigos, amarelados pelo tempo em que escrevíamos nossos poemas.
Eu lhe prometi, aqui está o meu amiga, com cerca de 30 aninhos.

quinta-feira, 7 de agosto de 2008






"Alma gêmea de minha alma...
flor de luz de minha vida....
Sublime estrela caída...
das belezas da amplidão
Quando eu errava no mundo...
triste e só, no meu caminho,
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração....
Vinhas na bênção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!!!
És meu tesouro infinito,
Juro-te eterna aliança,
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!
Alma gémea de minha alma,
Se eu te perder algum dia...
Serei tua escura agonia,
Da saudade nos seus véus...
Se um dia me abandonares,
Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus."

Autor: (Emmanuel (psicografado por Chico Xavier)

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

pétala

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more




Eu Não Existo Sem Você !
Para além da letra, a melodia !

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você

( Tom - Vinícius )

segunda-feira, 4 de agosto de 2008


MULHERES DE PEDRA


Filhos da chuva
São filhos da natureza
Correm livres
Brincam na lama
Homens de barro
Mulheres de pedra
Eles quebram
Elas resistem...
Enquanto homens são eternos meninos
Mulheres tornam-se eternas guerreiras...
Eles abandonam
Elas lutam para criar seus filhos...
Lágrimas cobrem rostos
Feito chuva suave
Lavando as mágoas
Da imagem daquelas
Que na memória dos filhos da chuva
Para sempre serão eternas...

Mário Feijó

domingo, 3 de agosto de 2008



Angustia...
...Destilo saudades em copos vazios
Entre uma balada e um blues...
A corda quebrada do violão nega a nota
A letra da canção só tem teu nome......
Titulo e refrão. A melodia marulhada das ondas
Batem contra minha sanidadeComo a buscar lógica na loucura
Mordo o lábio, deslizo pela musicaDe meu respirar ofegante...
Teu cheiro me invade, inebrio-me...
Mágico perfume criado por alquimia
De algum boticário antigo......
Formula perdida no tempo.
O vinil na vitrola chega ao fim
Os músicos recolhem-se ao silencio
Lembranças ébrias de boemia
Insistem em mais uma contra-dança
A madrugada deita-se sobre a noite
Cobrindo-se com o alvorecer...
Na parede um calendário riscado
Marca menos um dia......
Na eterna ânsia de encontrar você.
(AlexSimas)

sábado, 2 de agosto de 2008

" A felicidade pode estar em preto e branco, no azul do céu, no laranja do por do sol. A cor não importa qdo ela brota do coração." by faduar