domingo, 22 de junho de 2008


Que me venha esse homem
Que me venha esse homem
Depois de alguma chuva
Que me prenda de tarde
Em sua teia de veludo
Que me fira com os olhos
E me penetre em tudo
Que me venha esse homem
De músculos exatos
Com um desejo agreste
Com um cheiro de mato
Que me prenda de noite
Em sua rede de braços
Que me venha com força
Com gosto de desbravar
Que me faça de mata
Pra percorrer devagar
Que me faça de rio
Pra se deixar naufragar
Que me salve esse homem
Com sua febre de fogo
Que me prenda no espaço
De seu passo mais louco
Que me venha esse homem
Que me arranque do sono
Que me venha esse homem
Que me machuque um pouco.

Bruna Lombardi

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Soneto Do Amor Total_ Vinícius de Moraes.

Amo-te tanto meu amor...não cante
o humano coração com mais verdade...
Amote-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te, a fim de um calmo amor prestante
E te amo além, prestado na saudade
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
com um desejo maçiço e permente.

E de te amar muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de
repente
Hei de te amar mais do que pude

♥♥♥
estado de graça*encontro de corações*razão de ser e de viver*frio na espinha*calor no coração*recados no espelho*borboletas no estômago*vagalumes nos olhos*asas de beija-flor na imaginação*simples*complexo*nos faz sentir leves,vivos,fazendo a vida valer a pena.
Feliz dia doa namorados!!!!!

sexta-feira, 6 de junho de 2008

foto montagem presente do amigo Zé Carlos Revelação

Sinto falta desses seus olhos
que desnudam meu corpo, sem tocar,
e que não escondem o brilho
do desejo ao me olhar.

Sinto falta dessa sua boca
que sabe se insinuar com malícia,
e despertar na minha todas primícias.

Sinto falta dessas suas mãos
que sabem como percorrer minha pele
e tocando esconderijos,
desvendam tudo aquilo que me impele.

Sinto falta dos seus abraços
que sabem me envolver e me puxar
pra bem junto de você
e me fazer, como louca, desejar.

Sinto falta do seu corpo,
que sabe despertar um sexto sentido,
neste meu corpo de fêmea,
que era, antes, adormecido.

Sinto falta do seu suor
em minha pele, exalando o odor
do seu ímpeto
pela consumação do nosso amor.

Sinto falta do seu sexo
que, maravilhosamente,
no meu se completa,
revelando ao mundo
minhas fantasias mais secretas.

Sinto falta do jeito que me seduz,
do modo como sabe dizer que me quer
porque é você e só você
quem me faz sentir...mulher.

Silvia Munhoz
14/04/2001
Texto: Direitos Autorais Reservados

quarta-feira, 4 de junho de 2008




Sou sensível
Sou romântica
Irresistível
Mas sou insegura
Perfeccionista
E organizada
Sou carente
Sou decente e poetiza
Sou sensual, sou feminina
Também sou complexada
Eu sou feia e sou sem graça
Quando não me sinto amada
Sou mandona
Sou chorona
Sou companheira
Sou passiva e submissa
Amante pra vida inteira
Sou vaidosa
Sou cheirosa
E dizem que sou gostosa
Sou simples
Sou necessária
Eu sou pedra preciosa!

( Desconheço o autor)

BJS

segunda-feira, 2 de junho de 2008




Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.
Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.
Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.
Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.

(Cora Coralina)